Edifício Copan é restaurado após dez anos

Obra tem convivido com problemas de manutenção da fachada há décadas e está coberta por tela

Após dez anos de negociações, o restauro do Copan está mais perto de começar e, enfim, viabilizar a retirada da tela que esconde grande parte da icônica fachada. O projeto apresentado por uma empresa contratada pelo condomínio foi parcialmente aprovado e chamado de “excelente” pelos órgãos municipais de patrimônio, com a versão final a ser entregue ainda neste ano.

Criado por Oscar Niemeyer, com colaboração de Carlos Lemos, o edifício completa 70 anos de início da construção no ano que vem. Ao longo dos anos 2000, tem convivido com problemas de manutenção da fachada, como infiltrações, queda de pastilhas, descaracterização, desprendimento de concreto e até exposição da armadura, o que foi constatado em laudos e denunciado a órgãos de patrimônio.

Embora o novo projeto tenha sido bem recebido no Departamento de Patrimônio Histórico (DPH) e no Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), o síndico do Copan é cauteloso ao falar sobre a situação. Responsável pelo condomínio desde 1993, Affonso Celso Prazeres de Oliveira diz ainda procurar parcerias para a obra, por ter apenas uma parte dos milhões de reais do custeio. Ainda não há data de início.

Os órgãos de patrimônio municipais têm destacado, contudo, que ao menos as medidas mais emergenciais precisam ser iniciadas logo. Em reunião do Conpresp em agosto, foi ressaltado um trecho do projeto. “Embora o levantamento não aponte riscos estruturais para o edifício, em alguns pontos, como nos pilares da fachada sul e escadas de serviço, é possível verificar pontos críticos, com alto grau de deterioração do concreto e suas armaduras, que necessitam de tratamento urgente”.

Na ocasião, a proposta foi aprovada de forma unânime, com a exigência de apresentação dos relatórios das etapas das obras emergenciais. O arquiteto Valdir Arruda, do DPH, chegou a explicar que propostas de anos atrás não foram acatadas por envolverem materiais muito distantes do original, como pastilhas de vidro brilhosas. Além disso, abrangiam apenas a fachada voltada à Avenida Ipiranga, enquanto a nova é para toda a área externa.

Em novembro de 2019, o conselho havia acertado a entrega do projeto em março do ano seguinte – mas com a pandemia o prazo não foi cumprido. Embora seja um dos trabalhos mais conhecidos de Niemeyer, o edifício é tombado apenas no âmbito municipal (desde 2012) e não há processo de preservação em estudo nas esferas estadual e federal (de acordo com a Secretaria da Cultura e o Iphan). Portanto, do ponto de vista de patrimônio (o que não inclui outras permissões para obras), o restauro só depende de liberação do Conpresp e do DPH.

Patologias. Um diagnóstico feito em 2019 identificou patologias variadas no conjunto. Dentre elas, “intervenções errôneas” que descaracterizam a fachada, corrosão da armadura, fissuras, infiltrações, colônias biológicas e desagregação de concreto, dentre outras.

“A maior parte dos problemas é fruto da idade da edificação, falta de manutenção e algumas possíveis falhas executivas (…). A presença da umidade é um fator que acaba por agravar as manifestações patológicas, ampliando o ciclo de degradação”. E a progressiva queda do revestimento, “que funcionava como barreira protetora ao concreto, permite a entrada de umidade”, diz o levantamento.

Com base no material e em avaliações próprias, o Instituto Pedra elaborou o projeto de restauro com medidas separadas entre urgências (a fim de garantir a segurança do edifício e dos moradores, funcionários e frequentadores) e de médio e longo prazo.

Entre as de aplicação imediata estão a recuperação dos revestimentos da fachada e a impermeabilização da marquise. O projeto também sugere a retomada do monitoramento anual das fundações. Isso porque o diagnóstico apontou que as fissuras na fachada principal possivelmente decorrem do já conhecido afundamento do edifício (problema identificado ainda durante a construção).

A médio prazo, o Copan precisará lidar com a descaracterização cometida pelos proprietários dos apartamentos, que trocaram vidros por materiais completamente diferentes (coloridos ou foscos), retiraram cobogós, criaram janelas inexistentes, instalaram ar-condicionado sobre os brises e até fecharam áreas abertas com tijolos. Todas as intervenções terão de ser revertidas mais adiante.

Outra indicação é a remoção das grades que envolvem a escada externa que dá acesso ao terraço. A indicação é a troca por uma estrutura com fechamento transparente, a fim de facilitar a visualização do projeto original.

Arquiteta-coordenadora no Instituto Pedra, Mariana Victor lembra que o projeto tem o objetivo de ser “conservativo”, a resolver o que precisa ser consertado. A fase atual dos trabalhos, diz, é de desenhos técnicos, quantificação de serviços e orçamento. A estimativa é de que as obras emergenciais levem de um ano e meio a dois anos, a depender da capacidade de investimento do condomínio. Segundo a arquiteta, o edifício poderá funcionar normalmente durante os trabalhos.

https://exame.com/

Compartilhe este conteúdo:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
WhatsApp
Email
Comentários:

Social Media

Mais Artigos

Não perca

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba os melhores conteúdos.

Categorias

Versão 1
Versão 2

Baixe já o informativo!

CONDOMÍNIOS E OS CUIDADOS NO FINAL DE ANO

Conteúdo grátis

Insira um email válido para receber materiais exclusivos

Receba nossas novidades!

Conteúdos exclusivos do setor condominial.

Fornecedores Planos

Você sabia que pode ter a sua marca junto aos nossos Fornecedores? Por apenas R$ 49,90 por mês, você agrega sua marca na nossa página de Fornecedores, sendo um ótimo espaço para você receber cotações e se aproximar dos seus clientes.

Você quer mais? Calma, aqui temos a solução perfeita para a sua empresa. Caso queria agregar a sua marca em nossa HOME. O que não faltam são opções: Banner Destaque, Banner Lateral Topo, Banner Central, Banner lateral e banner central rodapé.
Confira nossos planos:

Plano Básico - logo na página de fornecedores mais pagina de contato

⦁ Banner Destaque

⦁ Banner Lateral Topo

⦁ Banner Central

⦁ Banner lateral

⦁ Banner central rodapé

Faça parte da nossa rede de fornecedores e fique visível!

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição;

2 – Curtir a foto oficial na página da Editora Bonijuris e seguir os perfis da  @editorabonijuris e @universocondominio

3 – O sorteio será feito para todos os inscritos cadastrados nesse site e que cumprirem os requisitos da campanha.

4 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.

5 – Serão sorteados 3 kits, contendo em cada um deles, 7 livros da Editora Bonijuris.  

6 – Os sorteios e divulgação dos vencedores serão realizados em três dias seguidos (27/01, 28,/01 e 29/01 de 2021) no Instagram da @editorabonijuris. Em cada dia será sorteado 01 (hum) Kit.

7 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.

8 – A organização, representada pela @editorabonijuris, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.

9 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição na página https://www.universocondominio.com.br/promocao-fit-anywhere/ .
2 – Curtir a foto oficial nas páginas Universo Condomínio, Fit Anywhere e Karpat Advogados (não eliminatório).
3 – O síndico que cadastrar seu condomínio autoriza a criação de uma conta com os dados do condomínio no aplicativo FIT ANYWHERE, pelo prazo de 12 meses, sem custo algum ao condomínio. Após 12 meses, síndico e Fit Anywhere poderão negociar a continuidade da conta no aplicativo.
4 – O Banco será doado ao condomínio representado pelo síndico vencedor, para o uso de todos os condôminos e deverá haver um local coberto, com mais de 4m2 quadrados, em bom estado de conservação e de fácil acesso a todos os condôminos em que o banco deverá ficar.
5 – O condomínio vencedor do sorteio do Banco ganhará 30 dias de FIT CLASS para todos os usuários cadastrados a contar a partir da entrega do Banco Funcional.
6 – O sorteio será feito para todos os síndicos cadastrados no site e que cumprirem os requisitos da campanha. O frete da entrega do banco é grátis para a cidade de São Paulo. Demais cidades/estados, a Fit Anywhere dará até R$ 200,00 de subsídio para o frete que será por conta do ganhador.
7 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.
8 – Além do Banco Multifuncional, sortearemos 5 planos de 1 mês do FIT PERSONAL, que poderá ser transferido para um cônjuge, filho ou filha, pai ou mãe ou algum condômino.
9 – O resultado do sorteio com os ganhadores será realizado pelo Instagram da @fitanywhere.br, a partir das 18 horas do dia 15 de fevereiro de 2021, e ficará disponível por 24h.
10 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.
11 – A organização, representada pela @fitanywhere.br, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.
12 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Candidate-se!

Edifício Copan é restaurado após dez anos

Envie seu currículo (jpg, jpeg, png, pdf, doc, docs - máx 15mb)

Download cartilha pdf

OS CAMINHOS DO AVCB-CLCB Autor: Wagner Mora