Mortes de faxineiros, cobradores, porteiros e vigilantes sobem até 533% em Curitiba na pandemia

Curitiba registrou no começo de 2021 um verdadeiro salto na quantidade de contratos de trabalho encerrados por morte do trabalhador. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados pelo Ministério da Economia e compilados pelo Bem Paraná, no primeiro trimestre de 2021 o total de desligamentos por morte na capital paranaense mais que dobrou, sendo que entre as quatro profissões com mais ocorrências (faxineiro, cobrador de transporte coletivo, vigilante e porteiro de edifício) o aumento chegou a superar os 500%.

Entre janeiro e março, um total de 482 contratos de trabalho foram encerrados na capital paranaense após falecimento do trabalhador. Na comparação com os três primeiros meses de 2020, quando haviam sido registrados 209 desligamentos por morte, temos um aumento de 130,62%. Ademais, apenas em março último, quando o Paraná atravessou o momento mais grave da pandemia até aqui, 249 trabalhadores morreram, valor superior ao de todo o primeiro trimestre do ano anterior.

Quando analisado o ranking das profissões com mais registros neste começo de ano (confira as tabelas com os dados de Curitiba e do Paraná abaixo), fica evidente a prevalência de categorias que não puderam paralisar as atividades ou ao menos aderir ao home office durante a pandemia, com especial destaque aos trabalhadores de áreas como atividades administrativas, comércio, limpeza, segurança e transporte.

Os faxineiros, por exemplo, foram os profissionais com maior número de mortes no período analisado, com 24 registros, o dobro em relação a 2020. Na terceira posição aparecem ainda os vigilantes, com 18 óbitos entre janeiro e março de 2021 ante quatro registros em 2020 (crescimento de 350%); na quarta, os porteiros de edifícios, com 17 óbitos, nove a mais do que no primeiro trimestre do ano passado (e crescimento de 112,5%, portanto); enquanto os caminhoneiros completam o top cinco das profissões com mais desligamentos por morte, com 15 registros e crescimento de 400% na comparação com os primeiros meses do ano anterior.

Um dos aumentos mais expressivos nos desligamentos por morte na capital paranaense atinja justamente os cobradores de ônibus, com 19 falecimentos no primeiro trimestre de 2021 e crescimento de 533,33% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já entre os motoristas de ônibus, o salto no número de óbitos foi de 225%, passando de quatro registros num ano para 13 no outro.

Desde o começo do ano, inclusive, o número de vínculos empregatícios encerrados por conta de óbito do trabalhador permanece em nível elevado. Em 2020, por exemplo, o mês com mais desligamentos por morte foi agosto, com 429. Em 2021, por outro lado, foram 471 registros em janeiro e outros 461 em fevereiro. Já em março foram 922 registros, curiosamente o mesmo número de desligamentos por morte verificado ao longo de todo o primeiro trimestre de 2020.

Quando se analisa a ocupação do trabalhador, motoristas de caminhão foram os que mais morreram neste começo de 2021, com 148 desligamentos por morte e alta de 142,62% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Na sequência aparecem alimentadores de linha de produção, com 78 registros (+47,17% em relação a 2020); faxineiros, com 73 (+114,71%); vendedor do comércio varejista, com 66 (+106,25%); e auxiliar de escritório, com 52 (+147,62%).

Além disso, o ranking das 20 profissões com mais desligamentos por óbito mostra ainda que, no primeiro trimestre deste ano, os aumentos mais expressivos foram verificados entre vigias (+300%), cobradores de transportes coletivos (+250%) vigilantes (+225%), motoristas de furgão ou veículo similar (+214,29%) e porteiros de edifícios (+172,22%).

Indústrias, comércio e transporte são os ‘destaques’ no Estado

Além dos dados por ocupação do trabalhador, o Novo Caged também permite filtrar as informações conforme a seção ou setor no qual o profissional trabalhava. E no Paraná, os setores com mais desligamentos – e que também tiveram os maiores aumentos no número de mortes, em número absoluto – são: comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas; indústrias de transformação; transporte, armazenagem e correio; e atividades administrativas e serviços complementares.

No caso do comércio, foram registrados 384 desligamentos por morte no 1º trimestre de 2021, ante 226 no mesmo período do ano anterior. Nas indústrias de transformação, de um ano para o outro o número de contratos encerrados dessa forma subiu de 2020 para 372. No setor de transporte, armazenagem e correio, o aumento foi ainda mais expressivo (proporcionalmente), passando de 99 registros para 250. E por fim, nas atividades administrativas e serviços complementares, o total de desligamentos por morte subiu de 92 para 235 no período analisado.

Considerando apenas os dados da capital paranaense, temos atividades administrativas e serviços complementares em destaque, com 119 registros ante 45 do ano anterior. O comércio (o que inclui também reparação de veículos automotores e motocicletas) vem em seguida, com 85 registros em 2021 ante 42 em 2020; e na terceira posição aparece a seção de transporte, armazenagem e correio, com 69 desligamentos por óbito (em 2020 eram 20 registros no 1º trimestre do ano).

Fonte: https://www.bemparana.com.br/
Compartilhe este conteúdo:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
WhatsApp
Email
Comentários:

Social Media

Mais Artigos

Não perca

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba os melhores conteúdos.

Categorias

Versão 1
Versão 2

Baixe já o informativo!

CONDOMÍNIOS E OS CUIDADOS NO FINAL DE ANO

Conteúdo grátis

Insira um email válido para receber materiais exclusivos

Receba nossas novidades!

Conteúdos exclusivos do setor condominial.

Fornecedores Planos

Você sabia que pode ter a sua marca junto aos nossos Fornecedores? Por apenas R$ 49,90 por mês, você agrega sua marca na nossa página de Fornecedores, sendo um ótimo espaço para você receber cotações e se aproximar dos seus clientes.

Você quer mais? Calma, aqui temos a solução perfeita para a sua empresa. Caso queria agregar a sua marca em nossa HOME. O que não faltam são opções: Banner Destaque, Banner Lateral Topo, Banner Central, Banner lateral e banner central rodapé.
Confira nossos planos:

Plano Básico - logo na página de fornecedores mais pagina de contato

⦁ Banner Destaque

⦁ Banner Lateral Topo

⦁ Banner Central

⦁ Banner lateral

⦁ Banner central rodapé

Faça parte da nossa rede de fornecedores e fique visível!

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição;

2 – Curtir a foto oficial na página da Editora Bonijuris e seguir os perfis da  @editorabonijuris e @universocondominio

3 – O sorteio será feito para todos os inscritos cadastrados nesse site e que cumprirem os requisitos da campanha.

4 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.

5 – Serão sorteados 3 kits, contendo em cada um deles, 7 livros da Editora Bonijuris.  

6 – Os sorteios e divulgação dos vencedores serão realizados em três dias seguidos (27/01, 28,/01 e 29/01 de 2021) no Instagram da @editorabonijuris. Em cada dia será sorteado 01 (hum) Kit.

7 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.

8 – A organização, representada pela @editorabonijuris, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.

9 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição na página https://www.universocondominio.com.br/promocao-fit-anywhere/ .
2 – Curtir a foto oficial nas páginas Universo Condomínio, Fit Anywhere e Karpat Advogados (não eliminatório).
3 – O síndico que cadastrar seu condomínio autoriza a criação de uma conta com os dados do condomínio no aplicativo FIT ANYWHERE, pelo prazo de 12 meses, sem custo algum ao condomínio. Após 12 meses, síndico e Fit Anywhere poderão negociar a continuidade da conta no aplicativo.
4 – O Banco será doado ao condomínio representado pelo síndico vencedor, para o uso de todos os condôminos e deverá haver um local coberto, com mais de 4m2 quadrados, em bom estado de conservação e de fácil acesso a todos os condôminos em que o banco deverá ficar.
5 – O condomínio vencedor do sorteio do Banco ganhará 30 dias de FIT CLASS para todos os usuários cadastrados a contar a partir da entrega do Banco Funcional.
6 – O sorteio será feito para todos os síndicos cadastrados no site e que cumprirem os requisitos da campanha. O frete da entrega do banco é grátis para a cidade de São Paulo. Demais cidades/estados, a Fit Anywhere dará até R$ 200,00 de subsídio para o frete que será por conta do ganhador.
7 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.
8 – Além do Banco Multifuncional, sortearemos 5 planos de 1 mês do FIT PERSONAL, que poderá ser transferido para um cônjuge, filho ou filha, pai ou mãe ou algum condômino.
9 – O resultado do sorteio com os ganhadores será realizado pelo Instagram da @fitanywhere.br, a partir das 18 horas do dia 15 de fevereiro de 2021, e ficará disponível por 24h.
10 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.
11 – A organização, representada pela @fitanywhere.br, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.
12 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Candidate-se!

Mortes de faxineiros, cobradores, porteiros e vigilantes sobem até 533% em Curitiba na pandemia

Envie seu currículo (jpg, jpeg, png, pdf, doc, docs - máx 15mb)

Download cartilha pdf

OS CAMINHOS DO AVCB-CLCB Autor: Wagner Mora