Homofobia: bilhete de vizinho reclamava de ‘mãos dadas’

Morador de SC recebe bilhete por baixo da porta reclamando por ele andar de mãos dadas com namorado

Vizinho não se identificou e afirmou que prédio é ‘local familiar’. ‘Não esperava receber isso em 2020’, lamentou maquiador de 26 anos

Ao se levantar e se dirigir à porta do seu apartamento, o maquiador Felipe Alves, de 26 anos, foi surpreendido com um bilhete no chão. Um vizinho escreveu à mão uma reclamação por ele andar de mãos dadas com o namorado nas áreas comuns do prédio onde mora em Joinville, no Norte de Santa Catarina.

“Olá vizinho. O Condomínio Piratuba é um local de família. Respeitamos todas as pessoas e não nos importamos com o que cada um faz dentro de sua casa. Mas essa semana eu tive que explicar pro meu filho pequeno o porquê de dois homens de mãos dadas andando pelo estacionamento. Respeito por favor”, diz o bilhete escrito à caneta em uma folha de caderno. O remetente não se identificou.

“Quando eu li, fique sem reação, eu não esperava receber isso em 2020. Fiquei com muita raiva e amassei. Depois respirei, guardei e não contei para o meu namorado porque não queria ele ficasse triste com a situação”, conta Felipe.

Ele mora no residencial na zona Lesta da cidade há pouco mais de um mês e o namorado estava na casa dele. “É normal a gente andar de mãos dadas, algo natural”, contou Felipe, que tem uma barbearia na cidade voltada para o público LGBT e mulheres com cabelos curtos.

“Lutar contra homofobia e lgtfobia é algo que faz parte da nossa vida, só que não esperava que acontecesse dentro de casa”. Ele recebeu o bilhete na sexta-feira (11) e na segunda-feira (14) resolveu expor a situação no grupo de um aplicativo de mensagens dos moradores do seu bloco. Depois, ele também postou em suas redes sociais.

“Tentei ser o mais educado possível e até me prontifiquei, falei: Se você que não se identificou tiver dificuldades para educar seu filho, de explicar para ele que existe diversidade, que existem casais formados por pessoas do mesmo sexo, posso fazer uma cartilha para você ensinando de uma forma bem didática e ilustrada a educar seu filho, para que não seja preconceituoso que nem você”, relembrou Felipe em entrevista ao G1.

Após expor a situação, ele conta que recebeu mensagens de apoio de vizinhos. Segundo Felipe, ele e outros moradores do bloco pediram que o condomínio se manifestasse sobre o caso. “Pedi que fizesse alguma manifestação pública para que os moradores soubessem que existe diversidade e que levasse ao conhecimento de todos os moradores o caso de homofobia que eu sofri”, disse.

Ainda de acordo com o morador, após muita insistência dele e de outros moradores, foi enviado um áudio na linha de transmissão do condomínio informando que no bloco F tinha ocorrido um caso de homofobia e que o o condomínio não compactuava com a situação. Ele diz não ter recebido mensagens privadas do síndico, todas as manifestações foi no grupo do aplicativo e públicas.

O morador disse ao G1 que ficou incomodado com considera descaso por parte da administração do condomínio em relação à situação de preconceito.

“Por mais que tenha achado extremamente ofensivo, não me senti ameaçado. Me senti desconfortável pelo fato de o condomínio não dar nenhum apoio além de um áudio após muita insistência. Não tem nada no mural falando sobre respeito, diversidade, não foi encaminhado e-mail. Estão agindo como se fosse um bilhetinho, um problema entre vizinhos, enquanto que na verdade foi um crime de homofobia”, reclamou Felipe.

O síndico do condomínio lamentou o ocorrido e disse ao G1 que se manifestou com os demais moradores tão logo soube do ocorrido. Segundo Charles Scheel, em 15 anos morando no local nunca soube de uma ocorrência como esta.

“Infelizmente não foi possível identificar o autor do bilhete. Em função disto, o condomínio emitiu uma circular informando o ocorrido aos demais moradores e informando que não compactua com este tipo de postura”, disse.

O responsável afirmou ainda que orientou que Felipe registrasse um boletim de ocorrência. “Para que, se no futuro for identificado o autor, este seja acionado judicialmente pelo crime de homofobia”, afirmou.

O maquiador não pretende registrar boletim de ocorrência. “Foi escrito à caneta, talvez consigam identificar, mas realmente não gostaria de saber qual vizinho é, prefiro pensar que foi um caso isolado, a pessoa teve um surto e enviou aquilo e não vai enviar novamente. Não gostaria de processar e que ela fosse expulsa porque ela iria aprender, mas não traria satisfação pessoal”, afirmou.

“Só gostaria que meus vizinhos entendessem que Joinville é uma cidade com bastante diversidade, onde nem todas as famílias são compostas por pais e mães cristãos, brancos, que existe diversidade seja de cor, de gênero, seja de sexualidade e que vão ter que nos respeitar, não é uma opção”, afirmou.

Fonte: https://g1.globo.com

Compartilhe este conteúdo:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
WhatsApp
Email
Comentários:

Social Media

Mais Artigos

Não perca

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba os melhores conteúdos.

Categorias

Versão 1
Versão 2

Baixe já o informativo!

CONDOMÍNIOS E OS CUIDADOS NO FINAL DE ANO

Conteúdo grátis

Insira um email válido para receber materiais exclusivos

Receba nossas novidades!

Conteúdos exclusivos do setor condominial.

Fornecedores Planos

Você sabia que pode ter a sua marca junto aos nossos Fornecedores? Por apenas R$ 49,90 por mês, você agrega sua marca na nossa página de Fornecedores, sendo um ótimo espaço para você receber cotações e se aproximar dos seus clientes.

Você quer mais? Calma, aqui temos a solução perfeita para a sua empresa. Caso queria agregar a sua marca em nossa HOME. O que não faltam são opções: Banner Destaque, Banner Lateral Topo, Banner Central, Banner lateral e banner central rodapé.
Confira nossos planos:

Plano Básico - logo na página de fornecedores mais pagina de contato

⦁ Banner Destaque

⦁ Banner Lateral Topo

⦁ Banner Central

⦁ Banner lateral

⦁ Banner central rodapé

Faça parte da nossa rede de fornecedores e fique visível!

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição;

2 – Curtir a foto oficial na página da Editora Bonijuris e seguir os perfis da  @editorabonijuris e @universocondominio

3 – O sorteio será feito para todos os inscritos cadastrados nesse site e que cumprirem os requisitos da campanha.

4 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.

5 – Serão sorteados 3 kits, contendo em cada um deles, 7 livros da Editora Bonijuris.  

6 – Os sorteios e divulgação dos vencedores serão realizados em três dias seguidos (27/01, 28,/01 e 29/01 de 2021) no Instagram da @editorabonijuris. Em cada dia será sorteado 01 (hum) Kit.

7 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.

8 – A organização, representada pela @editorabonijuris, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.

9 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição na página https://www.universocondominio.com.br/promocao-fit-anywhere/ .
2 – Curtir a foto oficial nas páginas Universo Condomínio, Fit Anywhere e Karpat Advogados (não eliminatório).
3 – O síndico que cadastrar seu condomínio autoriza a criação de uma conta com os dados do condomínio no aplicativo FIT ANYWHERE, pelo prazo de 12 meses, sem custo algum ao condomínio. Após 12 meses, síndico e Fit Anywhere poderão negociar a continuidade da conta no aplicativo.
4 – O Banco será doado ao condomínio representado pelo síndico vencedor, para o uso de todos os condôminos e deverá haver um local coberto, com mais de 4m2 quadrados, em bom estado de conservação e de fácil acesso a todos os condôminos em que o banco deverá ficar.
5 – O condomínio vencedor do sorteio do Banco ganhará 30 dias de FIT CLASS para todos os usuários cadastrados a contar a partir da entrega do Banco Funcional.
6 – O sorteio será feito para todos os síndicos cadastrados no site e que cumprirem os requisitos da campanha. O frete da entrega do banco é grátis para a cidade de São Paulo. Demais cidades/estados, a Fit Anywhere dará até R$ 200,00 de subsídio para o frete que será por conta do ganhador.
7 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.
8 – Além do Banco Multifuncional, sortearemos 5 planos de 1 mês do FIT PERSONAL, que poderá ser transferido para um cônjuge, filho ou filha, pai ou mãe ou algum condômino.
9 – O resultado do sorteio com os ganhadores será realizado pelo Instagram da @fitanywhere.br, a partir das 18 horas do dia 15 de fevereiro de 2021, e ficará disponível por 24h.
10 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.
11 – A organização, representada pela @fitanywhere.br, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.
12 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Candidate-se!

Homofobia: bilhete de vizinho reclamava de ‘mãos dadas’

Envie seu currículo (jpg, jpeg, png, pdf, doc, docs - máx 15mb)

Download cartilha pdf

OS CAMINHOS DO AVCB-CLCB Autor: Wagner Mora