Choro de pacientes: Justiça derruba multa aplicada por condomínio contra dentista

Justiça derruba multa aplicada por condomínio contra dentista, em Curitiba; autuação foi por barulho de choro de pacientes

Decisão é provisória. Edson Higa foi multado em fevereiro devido ao choro de crianças atendidas por ele – a maioria com deficiência. g1 tenta contato com a defesa do condomínio

Uma decisão provisória (liminar) da 5ª Vara Cível de Curitiba suspendeu a multa aplicada contra o odontopediatra de Edson Higa, autuado em fevereiro pelo condomínio comercial onde trabalha, no Centro Cívico, por conta do choro de crianças que ele atende – a maioria tem deficiência.

O despacho favorável a Higa, emitido na última terça-feira (26), não significa o fim do processo, que continua em curso. Além da suspensão da multa, a decisão liminar também definiu que uma vizinha do odontopediatra não possa mais bater na janela dele, sob risco de multa diária. Leia mais abaixo.

O valor da multa expedida contra Higa foi de R$ 332,66, preço da taxa condominial. O documento enviado pelo condomínio ao profissional dizia que, em caso de reincidência, o valor poderia ser multiplicado por 10.

“Ressalto que em nenhum momento restou demonstrado que a atividade da parte autora ultrapassa o limite de decibéis previsto para a sua localização e que, assim, possa ensejar a alegação de barulhos excessivos”, diz trecho do despacho, assinado pelo juíz Fábio Luis Decoussau Machado.

Segundo Hanna Baptista, advogada do odontopediatra, a suspensão da multa vem ao encontro ao que no direito é conhecido como “perigo de dano na demora”.

“No caso dele, ter a chance de isentar a multa apenas ao final do processo ia causar um grande prejuízo moral e econômico, ele não conseguiria trabalhar direito. O risco dele ter que cessar o trabalho seria imediato. E no caso das batidas na janela, o risco se apresenta quando quando ele está com itens como o bisturi. Se ele machucar uma criança por conta das batidas, não tem volta”.

O g1 entrou em contato com a defesa do condomínio, mas não teve resposta até a publicação desta reportagem.

Para Higa, a decisão liminar proporcionou um sentimento de alívio.

“Vocês não imaginam o quanto isso me afetou, o quanto me machucou, como me senti injustiçado, atacado, não compreendido […] e mais, o constrangimento das crianças com deficiência. Onde está a empatia e a compaixão?”.

O caso

A multa contra Edson Higa foi expedida em 7 de fevereiro, mas o caso ganhou repercussão no início de abril, após o dentista divulgar imagens da penalidade. Uma manifestação favorável ao profissional foi realizada na capital.

Segundo Higa, antes de ser multado, ele foi notificado em 9 de dezembro de 2021. Na ocasião, o condomínio alegou que o barulho e o choro das crianças extrapolavam “o limite do seu imóvel”.

Ao g1, na época, a defesa do Centro Comercial Cândido de Abreu informou que o dentista “manipulou informações” sobre a solicitação do condomínio “para confundir a falta de preparo do laboratório dele com a violação aos direitos dos pacientes”. Além disso, alegou que não existe discriminação no caso ou objetivo de prejudicar a atividade do dentista.

Na notificação, assinada pela síndica, foi solicitado que o dentista tomasse providências para “diminuição ou eliminação do barulho”. O documento solicitou, também, que ele fizesse isolação acústica do consultório, o que ele afirma ter acatado.

De acordo com Higa, no dia em que foi multado, ele estava atendendo uma criança com paralisia cerebral. Ele lembra que o paciente chorou e que, ao ouvir o barulho, uma vizinha bateu diversas vezes na janela do consultório. Na hora, o dentista disse que estava com um bisturi na mão.

“Eu acatei os pedidos que me fizeram. Contratei uma empresa pra fazer a acústica. Mas são crianças, um choro ou outro vai acabar sendo ouvido. Quando eu fiz o isolamento do ambiente, mandei documentos comprovando, inclusive assinados por um engenheiro. Mesmo assim fui multado”.

Denúncia

Em 12 de abril, o caso chegou à Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Na época, o órgão informou que oficiou o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítima de Crimes (Nucria), da Polícia Civil, pedindo a investigação do caso.

https://g1.globo.com

Compartilhe este conteúdo:
Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
WhatsApp
Email
Comentários:

Social Media

Mais Artigos

Não perca

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba os melhores conteúdos.

Categorias

Versão 1
Versão 2

Baixe já o informativo!

CONDOMÍNIOS E OS CUIDADOS NO FINAL DE ANO

Conteúdo grátis

Insira um email válido para receber materiais exclusivos

Receba nossas novidades!

Conteúdos exclusivos do setor condominial.

Fornecedores Planos

Você sabia que pode ter a sua marca junto aos nossos Fornecedores? Por apenas R$ 49,90 por mês, você agrega sua marca na nossa página de Fornecedores, sendo um ótimo espaço para você receber cotações e se aproximar dos seus clientes.

Você quer mais? Calma, aqui temos a solução perfeita para a sua empresa. Caso queria agregar a sua marca em nossa HOME. O que não faltam são opções: Banner Destaque, Banner Lateral Topo, Banner Central, Banner lateral e banner central rodapé.
Confira nossos planos:

Plano Básico - logo na página de fornecedores mais pagina de contato

⦁ Banner Destaque

⦁ Banner Lateral Topo

⦁ Banner Central

⦁ Banner lateral

⦁ Banner central rodapé

Faça parte da nossa rede de fornecedores e fique visível!

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição;

2 – Curtir a foto oficial na página da Editora Bonijuris e seguir os perfis da  @editorabonijuris e @universocondominio

3 – O sorteio será feito para todos os inscritos cadastrados nesse site e que cumprirem os requisitos da campanha.

4 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.

5 – Serão sorteados 3 kits, contendo em cada um deles, 7 livros da Editora Bonijuris.  

6 – Os sorteios e divulgação dos vencedores serão realizados em três dias seguidos (27/01, 28,/01 e 29/01 de 2021) no Instagram da @editorabonijuris. Em cada dia será sorteado 01 (hum) Kit.

7 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.

8 – A organização, representada pela @editorabonijuris, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.

9 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Regulamento

Regras

1 – Preencher o formulário de inscrição na página https://www.universocondominio.com.br/promocao-fit-anywhere/ .
2 – Curtir a foto oficial nas páginas Universo Condomínio, Fit Anywhere e Karpat Advogados (não eliminatório).
3 – O síndico que cadastrar seu condomínio autoriza a criação de uma conta com os dados do condomínio no aplicativo FIT ANYWHERE, pelo prazo de 12 meses, sem custo algum ao condomínio. Após 12 meses, síndico e Fit Anywhere poderão negociar a continuidade da conta no aplicativo.
4 – O Banco será doado ao condomínio representado pelo síndico vencedor, para o uso de todos os condôminos e deverá haver um local coberto, com mais de 4m2 quadrados, em bom estado de conservação e de fácil acesso a todos os condôminos em que o banco deverá ficar.
5 – O condomínio vencedor do sorteio do Banco ganhará 30 dias de FIT CLASS para todos os usuários cadastrados a contar a partir da entrega do Banco Funcional.
6 – O sorteio será feito para todos os síndicos cadastrados no site e que cumprirem os requisitos da campanha. O frete da entrega do banco é grátis para a cidade de São Paulo. Demais cidades/estados, a Fit Anywhere dará até R$ 200,00 de subsídio para o frete que será por conta do ganhador.
7 – Informações inexatas no preenchimento do formulário de inscrição desclassificam o ganhador do sorteio.
8 – Além do Banco Multifuncional, sortearemos 5 planos de 1 mês do FIT PERSONAL, que poderá ser transferido para um cônjuge, filho ou filha, pai ou mãe ou algum condômino.
9 – O resultado do sorteio com os ganhadores será realizado pelo Instagram da @fitanywhere.br, a partir das 18 horas do dia 15 de fevereiro de 2021, e ficará disponível por 24h.
10 – O sorteio será realizado utilizando um sorteador online automático.
11 – A organização, representada pela @fitanywhere.br, entrará em contato com os ganhadores por mensagem direta no Instagram ou via e-mail, para solicitar o envio dos dados pessoais e documentos comprobatórios de enquadramento nos critérios da campanha.
12 – Ao se submeterem ao sorteio, os participantes declaram ter lido e estarem de acordo com o presente regulamento e de suas condições.

Candidate-se!

Choro de pacientes: Justiça derruba multa aplicada por condomínio contra dentista

Envie seu currículo (jpg, jpeg, png, pdf, doc, docs - máx 15mb)

Download cartilha pdf

OS CAMINHOS DO AVCB-CLCB Autor: Wagner Mora